.

.

sexta-feira, 22 de maio de 2020

Vídeo de reunião ministerial confirma que não há interesse no atual Governo de implantar ditadura

Finalmente foi dado a conhecer o famoso vídeo de uma reunião ministerial na qual o Presidente, Bolsonaro, teria demonstrado interesse em se imiscuir em inquéritos da Polícia Federal, inclusive querendo mudar o comando da PF, no Rio, segundo Sérgio Moro. Pelo vídeo tal afirmação não se confirma.


Bolsonaro na "famosa"reunião ministerial


Detalhe que chamou atenção foi o Presidente deixando bem claro que é contra a implantação de uma ditadura no Brasil, ao contrário do que a oposição alardeia. Pela fala, Bolsonaro, apesar do caráter forte, de ditador não tem nada. Ele pede, inclusive, que se difunda no país que ele quer armar a população. "Eu peço ao Fernando e ao Moro, que por favor, assine essa portaria, hoje, que eu quero dar um puta de um recado pra esses bostas, porque que eu tô armando o povo. Porque  eu não quero mais ditadura", sentenciou Bolsonaro no encontro.

Para quem ainda pensava que estávamos com uma ditadura sendo articulada pelo Governo Bolsonaro, a dúvida terminou. O Presidente não teria motivos para dissimular o fato em uma reunião ministerial, privada, até porque o argumento de armar o povo para poder lutar contra uma possível tentativa de violação dos direitos fundamentais, via ditadura, é extremamente robusto.