quarta-feira, 1 de outubro de 2014

As perguntas que não foram feitas


Muitas interrogações ainda estão no ar


Nos debates realizados entre os candidatos ao Governo de Alagoas, muitas perguntas que julgo interessantes  deixaram de ser feitas. Duas delas, por exemplo, cairiam como uma luva. Primeira: "Candidato. O seu pai não apareceu no horário-eleitoral do seu partido. É porque ele tira votos, ou o Senhor tem vergonha de ser filho de quem é?". Segunda: "Candidato. Todos afirmam que o Senhor é o "laranja" desta eleição, fato que o Senhor jura sobre a Bíblia não ser verdade. Então eu vou lhe dar a oportunidade de provar que não é "laranja". Por favor aponte o principal defeito do candidato fulano de tal.". Os questionamentos não foram feitos por falta de imaginação ou ninguém quis se indispor cara a cara!

terça-feira, 30 de setembro de 2014

Bola rolando no Sindicato

Sindicado dos Radialistas de Alagoas convoca profissionais do rádio, que estejam em disponibilidade no mercado, para participarem de módulos de reciclagem, na sede da entidade, na Praça do Pirulito, no Centro de Maceió. As atividades acontecem às segundas, terças e quartas, sempre das 13 às 15h. Os alunos do curso de rádio aprendem os segredos da narração-esportiva, comentários e reportagens, em aulas- -práticas, usando equipamentos de externa e realizando a "transmissão" através de um telão, que exibe jogos gravados oriundos dos arquivos do historiador Walter Luis. Os que já possuem registro profissional estão sendo convidados a participar das sessões para que desenvolvam uma nova faceta na comunicação.


Alunos em ação no auditório do Sindicato

"Queremos melhorar o nível da comunicação em Alagoas e abrir um novo campo de trabalho para os que já têm DRT, mas que ainda não tenham enveredado pelo caminho do esporte", disse o Presidente Paulinho Guedes ao Blog.

Joãozinho padece


 
CSA 1x1 CRB, final de 1980:  Joãozinho marca para o CRB (Foto: ME)

Lamentável saber que Joãozinho Paulista,  um símbolo do CRB, esteja internado em um hospital-público, padecendo de um grave quadro de pé-diabético, por conta da maldita doença que consume o indivíduo em doses homeopáticas. Mais triste ainda é saber que o ídolo está desempregado e com dificuldades financeiras para seguir vivendo. Sou obrigado a concordar com o poeta quando diz que "A vida é uma grande ilusão". Saúde, João dos Gols!

Quem quiser ajudar, existe uma conta da Caixa Econômica, aberta no nome da filha dele. Dados abaixo.

Titular: Juliana S B Barros

Banco: Caixa Econômica

Agência: 2047 

Operação: 001

Conta Ccorrente: 10171-0

Viva a vaquejada!


Brutalidade com animais é defendida por candidato ao Governo de Alagoas


Estou "fascinado" com um candidato ao Governo de Alagoas. Durante o debate na TV Pajuçara  anunciou a implementação, se eleito, de uma medida revolucionária e que vai alavancar todos os índices de desenvolvimento do Estado, além de melhorar a qualidade de vida de todos os alagoanos. A novidade, jamais vista na História das Alagoas, é nada mais nada menos que transformar a vaquejada no esporte oficial da Terra dos Marechais. Com uma proposta de tamanho alcance social acho que a eleição será definida já no primeiro turno em favor do respectivo Senhor. Só resta saber se as associações e pessoas que defendem os animais vão concordar com a inédita tese.

Trânsito livre

Notei o trânsito fluindo normalmente na manhã desta terça, 30, na orla marítima de Maceió, entre a Jatiúca e o início da Pajuçara. Com felicidade nos olhos verifiquei que no trajeto não havia um só ônibus de turismo, nem van estacionado em frente aos hotéis que ficam na área. 


Micro-ônibus parado no meio da via, um exemplo de falta de educação no trânsito


Espero que tenha sido uma ação da SMTT. Se foi, parabéns a todos que integram a Superintendência! Atos simples como este geram menos estresse nos motoristas, evitam batidas, diminuem o tempo de deslocamento, desaceleram o gasto com combustível e reduzem a poluição.

Televisão define jogos que mostrará pela Série C


 
Apenas dois jogos da última rodada da Série C terão televisionamento: Juventude x Mogi Mirim, pelo Grupo B, às 16h, que será mostrado pela SporTV, e Crac x Paysandu, jogo do Grupo A, transmitido para todo o país pela TV Brasil, a partir das 19h. Os torcedores dos demais clubes têm apenas como alternativa o rádio e o estádio.

sábado, 27 de setembro de 2014

Acabou a censura

Com a interveniência da Associação dos Cronistas Desportivos de Alagoas, acabou a pendenga entre o CRB e a Gazeta AM/MCZ. O repórter continua trabalhando livremente no Clube e levando a informação verdade para os ouvintes. Vale a pena ressaltar que nenhum "acordo" foi feito para que a situação fosse normalizada. Alberto Oliveira será o setorista da Gazeta e não um assessor (disfarçado) de imprensa do Regatas.


Alberto fica com mais brilho após a censura que sofreu

Que bom que as partes chegaram a um entendimento. Parabéns ao Presidente da ACDA Jorge Lins pela mediação! A situação repercutiu de forma negativa, principalmente para o Presidente do CRB, homem que busca uma reeleição para a Assembleia Legislativa de Alagoas e que, seguramente, não gostaria de incorporar a fama de "censurador" ao currículo, às vesperas de um pleito eleitoral com alto grau de dificuldade. Estou feliz porque, mais  uma vez, venceu a Democracia.

Candidatos trocam pessoas por cimento

Candidatos que prometem acabar com o desemprego, em Alagoas, estão perdendo uma enorme oportunidade de colocar a promessa em prática, já agora durante a campanha. Refiro-me aos miseráveis que em eleições passadas ficavam nas calçadas segurando as bandeiras dos postulantes a cargos no Legislativo e Executivo, que no atual pleito foram substituídos por pedestais de cimento, que cumprem a mesma função e reduzem sensivelmente os gastos de campanha. 


Bases de concreto no lugar de trabalhadores

Estou inteiramente a favor do corte de despesas desnecessárias. Sou espartano por formação, principalmente em se tratando das pessoas que ficavam empunhando os símbolos dos concorrentes, afinal esta gente não passa de desprezíveis eleitores, e deles os políticos só querem o voto.

Debate abaixo do esperado entre os candidatos ao Governo de Alagoas

Não empolgou o debate entre os candidatos ao Governo de Alagoas, realizado pela TV Pajuçara. Muito pouco conhecimento técnico, fuga às perguntas feitas e até desconhecimento da língua-pátria, deram o tom da discussão.


Coube ao jornalista Mauro Wedekin a mediação entre os políticos (Foto: TNH1)

O candidato Júlio Cezar (PSDB) confundiu expertise (conhecimento que se adquire pelo estudo, experiência, prática) com esperteza (malandragem), quando ouviu o Coronel Goulart (Pen) dizer para os eleitores que Júlio já estava aposentado pela PM, aos 40 anos de idade, aproveitando uma brecha na lei. Já o Coronel foi chamado de "laranja" pelos demais. Por sua vez o Senador Biu de Lyra (PP) não soube a diferença entre as dívidas ativa e passiva do Estado, além de ter pedido direito de resposta e na hora de falar não sabia qual o assunto que havia gerado a solicitação. Renan Filho (PMDB), por seu lado, em nenhum momento assumiu ser filho do Senador Renan Calheiros (PMDB-AL) e quando era obrigado a falar do pai usava o termo "Presidente do Senado". Joathas Albuquerque (PTC) não empolgou, enquanto que Mário Agra (PSOL), apesar de estar muito bem alicerçado pelos números, deixou de ser mais contundente.

Pelo que foi apresentado na tela da TV, o eleitor indeciso vai continuar sem saber em quem votar. Ninguém, absolutamente ninguém, aproveitou a oportunidade para decolar a candidatura. Todos permitiram que a dúvida caminhe até o dia da eleição.

sexta-feira, 26 de setembro de 2014

"Sou agricultor, sou filho de agricultor", diz Governador


Usina Seresta nos áureos tempos

Governador de Alagoas Teo Vilela (PSDB), em entrevista ao repórter Clevânio Henrique (96 FM Arapiraca), afirmou ser agricultor e filho de agricultor. Confesso acreditar ter sido um ato-falho da autoridade. Ao que consta ele é filho do Senador e usineiro Teotônio Vilela, O Menestrel das Alagoas, que era dono da usina Boa Sorte, que em 1973 uniu-se a usina Santa Amália, gerando a usina Seresta, em Teotônio Vilela. Eita Governador de memória fraca! Clique na imagem abaixo para ouvir o trecho da entrevista em que Teo se diz agricultor.


video