quinta-feira, 30 de outubro de 2014

Muda Brasil!


Uma "dancinha" de cadeiras vai acontecer em Brasília

As mudanças prometidas por Dilma no "governo novo" devem começar pelos Ministérios. Acredite,  mas pelo menos 12 dos atuais Ministros deverão permanecer "ajudando" o Brasil a crescer. Mas, atenção! Eles ficam ao lado da Presidenta, porém mudam de local de trabalho, na chamada "dança das cadeiras". Dilma fala e cumpre. Vai mudar os caras de um lado para o outro. Isto sim é uma verdadeira "mudança".

Sobe o preço da carne

Vendedor de carne, no Mercado da Produção, em Maceió, informou na manhã de hoje, 30, que o preço do produto vai subir a partir desta sexta, 31. Só não disse qual será o percentual de aumento. A justificativa é o incremento no valor dos combustíveis aguardado para o próximo sábado, 1, para cobrir o rombo cavado na Petrobras. A regra é simples. Sobe a gasolina e tudo mais que anda sobre rodas acompanha a carestia.


Banco Central poderá promover novos aumentos na selic ainda este ano, dizem especialistas

Nesta quinta a taxa de juros selic subiu 0,25 ponto percentual. Foi de 11 para 11,25%. Isto significa que o eleitor que não faz parte da "elite branca", que compra o fogão, a geladeira, a bicicleta, a TV, a cama, o condicionador de ar etc, à prestação, vai pagar mais caro pelo que adquirir. A medida é para tentar segurar o consumo e tentar deter o aumento da inflação.

Nada disso é novidade para os que se informaram antes da eleição presidencial. Todas estas variáveis foram apresentadas, mas a maioria preferiu fazer "ouvido de mercador" e embarcou em uma canoa-furada. Agora todos iremos pagar a conta durante quatro longos anos. Que Deus tenha misericórida de nós!

Executivo confirma que pagou propina

O executivo Júlio Camargo, que aceitou fazer delação-premiada no caso da Petrobras, doou R$ 6,7 mi a 13 partidos políticos, entre 2006 e 2014. O melhor aquinhoado foi o PT, que recebeu R$ 2,56 mi.  Entre os petistas beneficiados está Marta Suplicy. 


É dando que se recebe

Camargo pertence a Toyo-Setal e está sendo investigado sob suspeita de pagar propina para conseguir obras da Petrobras. Durante o interrogatório da delação ele já confirmou que, entre 2002 e 2013, o então Diretor de Serviços da Petrobras Renato Duque recebeu propina fora do país. Duque foi indicação pessoal de José Dirceu. (Fonte: Folha)

quarta-feira, 29 de outubro de 2014

Gasolina vai subir

Acabo de ser "surpreendido" pela frentista ao parar para abastecer o carro. Ela disse que a distribuidora havia ligado para o posto avisando que a partir do sábado, 01/11, os combustíveis estarão mais caros. Só não soube asseverar o índice do reajuste.  

 
Aperto na bomba que vai doer no bolso

Era mais do que evidente que o aumento só estava aguardando a eleição acabar. Depois da "mineração" feita na Petrobras, todos os brasileiros iriam pagar a conta. Com a subida no valor do litro, o que segue sobre rodas também subirá, o que significa aumento na inflação. Tudo como foi dito durante a campanha-eleitoral, sem que parte dos eleitores levasse em consideração. Em tempo. O Governo ainda não anunciou oficialmente o aumento. Vamos aguardar para saber de quanto será a "facada" no nosso bolso.

É bom não esquecer

Em 29 de setembro de 1992 Fernando Collor de Mello perdeu a Presidência da República, afastado através do instituto do impeachment. A justificativa da época dava conta de que o Presidente, eleito em 1989, cometera   crime de responsabilidade por ter usado cheques fantasmas para o pagamento de despesas pessoais, como uma reforma na Casa da Dinda (residência do Presidente, em Brasília) e a compra de um carro Fiat Elba. Foi o suficiente para perder o poder, com a ajuda fundamental do PT, que à época fazia oposição contumaz ao político forjado nas Alagoas, principal aliado de hoje.


O impeachment de Collor chegou à Casa da Dinda nas rodas de um Fiat Elba

Se a reforma de uma casa e a compra de um carro-popular foram motivos suficientes para a derrubada de um Presidente legitimamente eleito, o que dizer do maior escândalo da História do Brasil, que começa com o mensalão, passa pela Petrobras, se refestela com superfaturamento de obras - A Copa é um exemplo -, para não falar de outras coisas. Se o mesmo peso e a mesma medida que foi usada para Collor, for empregada, agora, para Dilma, não vejo outra saída. Um novo impeachment estará a caminho e não haverá discurso bondoso capaz de detê-lo. O impedimento já está presente no inconsciente-coletivo do povo brasileiro.

Alagoas quer acabar com secretarias de governo aos 44 do segundo tempo

O Governo de Alagoas deseja a extinção da Secretaria de Articulação Social (Seas) e da Secretaria de Articulação Política (Seap). Para tal encaminhou  projeto de lei à Assembleia Legislativa. Justificativa: contenção de gastos.


Governo articula fim da Articulação

Concordo com o sepultamento de secretarias. São meros cabides de emprego para afilhados políticos e quase nada de retorno oferecem ao cidadão que as custeia com os impostos que paga. Só não entendo porque a medida só chega quando faltam apenas dois meses para o fim do atual Governo. Bem que a decisão poderia ter sido tomada anos atrás, não acham?

terça-feira, 28 de outubro de 2014

Contadores de balela

Estou farto dessa conversa-mole de que "Agora o filho de pobre pode ser Doutor e passar em um concurso-público", que é cuspida no ouvido da população ao melhor estilo da propaganda nazo-fascista. Primeiro é preciso deixar claro que "para ser Doutor" é preciso ter Doutorado. A simples formatura em curso-superior não torna ninguém "dotô". Segundo: o mérito de concluir os estudos não pode ser atribuído a governos, mas ao esforço de cada um para chegar lá. O Ministro Joaquim Barbosa é o melhor exemplo. Pobre, negro, nascido em cidade do interior do país e que chegou ao cargo máximo da Justiça Brasileira (Presidente do Supremo Tribunal Federal). Outra coisa. Ainda que a participação dos governos seja importante na criação de universidades, o fato não pode ser colocado como um favor do partido que está temporariamente empoderado. É OBRIGAÇÃO de quem assume cargo-público trabalhar para melhorar a condição de vida do país e dos viventes nele.


O mérito por um diploma é de quem o consegue

Sou filho de uma costureira e de um motorista, tenho pós e consegui passar em vários concursos-públicos, mas não me considero devendo favor a partido A ou B. Se atingi os objetivos foi porque Deus permitiu e me esforcei muito para conseguir. Nenhum governo ou partido político me presenteou com emprego neste ou naquele órgão, nem tampouco fez cair do céu um diploma nas minhas mãos. Vamos desmistificar esta verdadeira lavagem-cerebral. Acordem, brasileiros!

A bola de Deus

A fórmula é simples: todo programa tem que ter começo, meio e fim. Por que trago este assunto? Simples: a Rádio Imperial (Marechal Deodoro/AL), retransmitia a Jovem Pan, nessa segunda, 27. No ar o jogo São Paulo x Goiás. Ouvintes ávidos acompanhando a transmissão, quando nos minutos decisivos - faltavam 15 para o fim do encontro - são surpreendidos com a abrupta interrupção da transmissão para que um programa evangélico fosse ao ar.


Imperial AM: decadente pedaço do Grupo GB de Comunicação


Sei que os crentes pagam pelo horário, mas não é correto deixar uma cobertura pelo meio do caminho. Manda a regra que se deixasse o jogo terminar para que o culto- -eletrônico tivesse início. Em outra oportunidade os minutos a menos da igreja seriam compensados, mas para que tudo isso fosse feito seria preciso um diretor de programação para determinar. Como a posição está em extinção no rádio alagoano,  tudo fica a cargo do operador do horário e acabam acontecendo coisas como a descrita aqui. Vamos combinar! Esta mancada doeu até no céu.

Morte no brega

Já tinha visto e ouvido de tudo no rádio, mas a invenção do comunicador Papada do Brega, confesso que nunca. Pasmem! Ele vai sortear, no Clube do Brega, programa que apresenta na Jornal AM/MCZ, no sábado 02 de novembro (Dia de Finados), duas urnas- -mortuárias. Será que alguém vai se habilitar ao prêmio? Concorrer tudo bem. O difícil mesmo será levar o presente para casa e arrumar um cantinho dentro do lar para guardá-lo sem que o veja a todo momento. 


Papada do Brega vira Papada da Morte

Isto é que eu chamo de uma morte antecipada, mesmo assim devo reconhecer que é uma promoção muito bem sacada. Em tempo. Não participarei do sorteio.

segunda-feira, 27 de outubro de 2014

Família Sarney limpa a casa




O Sistema Mirante de Comunicação (São Luís/MA) demitiu os radialistas  André Martins (âncora e comentarista-esportivo) e Mário Carvalho, que apresentava o programa Plano Geral. Mais gente está esperando pela guilhotina. Alega-se crise financeira. Em tempo. O SMC é de propriedade da família Sarney.