.

.

sexta-feira, 5 de maio de 2017

Decisão pálida

Mais uma vez a dupla CSA e CRB chega para decidir um campeonato, que para decepção do amante do futebol, ficou abaixo do esperado pelo investimento feito pelas equipes, principalmente CSA, CRB e Asa. Menos mal que a paixão do torcedor não morre, mesmo vendo o futebol dentro do campo definhar a cada jogo.


CSA e CRB voltam a se encontrar no próximo domingo


Na decisão de domingo  o CRB carrega consigo a vantagem de poder empatar e comemorar o tricampeonato. Já o CSA precisa vencer por dois gols para arrastar o título no tempo normal de jogo. Se vencer com diferença de apenas um gol, independente do placar, força um tempo-extra para decidir a situação. Se no tempo excepcional o empate persistir, o campeão será conhecido através de cobranças de tiros livres da marca do pênalti. É o que diz o regulamento da competição.

Circula uma informação com ruído dando conta de que uma vitória do CSA por dois a um deixaria a taça no Mutange. Não é verdade. Mesmo que o placar seja CSA 100x99 CRB, teremos    o jogo indo para a prorrogação, visto que as duas equipes teriam empatado em pontos e em saldo de gols nos dois jogos. O regulamento do Alagoano é diferente da Copa do Brasil, daí alguns desavisados que não leram a bula da competição estarem fazendo confusão. Independente de qualquer coisa o mais importante é que o futebol da dupla reapareça no Trapichão, no domingo. Atletas, jogai por nós!