.

.

terça-feira, 8 de maio de 2018

Selaj entrega patrimônio do povo alagoano a entidade privada, de graça

A Secretaria do Esporte, Lazer e Juventude passou para a iniciativa privada parte do patrimônio pertencente ao povo de Alagoas. Isso mesmo. A Tribuna de Imprensa do Estádio Rei Pelé, em Maceió, foi entregue pela Secretária Cláudia Petula à Associação dos Cronistas Desportivos, entidade  privada, sem que um centavo tenha entrado nos cofres do Estado pela cessão. Petuba jura sobre a Bíblia que a entrega está respaldada pela Procuradoria Geral do Estado e dentro da legalidade.


Tribuna do Rei Pelé: do público para o privado


Legalidade à parte, o que todos desejam saber é se por vontade de uma única pessoa, o Estado pode dar a terceiros, mesmo em regime de comodato, algo que pertence à população e que foi construído com o dinheiro dos alagoanos. É um precedente aberto para que o Governo construa qualquer coisa, use dinheiro dos impostos pagos pelos contribuintes e depois distribua graciosamente para quem bem entender.

Considero que a Secretária foi longe demais ao decidir em uma canetada "doar" um pedaço do Trapichão à ACDA. A Associação nos merece todo o respeito, mas não é ético o ato praticado pela Senhora Petuba. Que o Ministério Público entre na jogada e investigue o que está embutido nesta transação. O que foi feito é, no mínimo, estranho.

Incêndio

O Corpo de Bombeiros precisa voltar ao Rei Pelé para investigar qual a rota de fuga em caso de incêndio na Tribuna Márcio Canuto. O local possui duas portas de acesso, mas apenas uma funciona. A outra vive permanentemente lacrada, deixando de ser ponto de escape em caso de um acidente mais grave.

Outra coisa. Em caso de um sinistro, onde pessoas percam a vida na Tribuna de Imprensa, por falta de local para escapar, a responsabilidade será da Secretária de Esportes ou do Presidente da ACDA Jorge Lins? Com a palavra os que ajustaram esta cessão que é um tapa na cara do contribuinte alagoano. Pode isso, Governador?